Ser ,'

Um ser ,
Um ser com alma ,
Alma nova ou a mesma de sempre ?
Alma que não tem limite ,
Alma aberta ao ser de outra alma .
Ser que me invade ,
Invade até inundar ,
Inunda de tal maneira que penso que me perco ,
Num local que parece não ter saída ,
E depois esqueço - me , esqueço - me ,
Que tenho de sair e permaneço lá ,
Até me lembrar que a vida mora lá fora ,
E perdida não posso , nem devo ficar .

11 sonhos ;D:

Raquel Granja disse...

Woooow :o
Ta lindoo amooor!
Adoreii «3

Patrícia disse...

muito bom :o

Rapariga dos caminhos abstractos disse...

Muito bonito (:

Rapariga dos caminhos abstractos disse...

Também eu !

L' disse...

«Ser que me invade ,
Invade até inundar ,
Inunda de tal maneira que penso que me perco ,
Num local que parece não ter saída ,
E depois esqueço - me , esqueço - me ,
Que tenho de sair e permaneço lá ,»

Parabéns :D
adorei, totalmente *-*

L' disse...

Obrigadaa :DDD
quem me dera escrever poesia tao bem como tu
*-*
também vou seguir :D
Beijinho*

L' disse...

Não sejas modesta, tens imenso talento :D
a sério, não é qualquer pessoa que escreve bem poesia *-*

Beijinho*

L' disse...

é aos pouquinhos que se começa :D
ainda vais ter futuro na poesia, vais ver (':

Continua ;D*

L' disse...

a inspiração vem naturalmente, só tens de esperar pelo momento certo (:

De nada, é um privilégio (;
*

Filipa disse...

Lindo *.*

gostei do blog:)

vou seguir. beijinhos

L' disse...

OBRIGADA :'DD*
estava a ver se dava pelo immen, pq pelo YouTube via-se o video :x

o prob é que a música começa a meio :$$

Beijinho'

Enviar um comentário